Promoção!

Gramática Secreta da Língua Portuguesa

17.90 16.10

Prazo de entrega aproximado: 5 dias.

REF: Z00224 Categoria:
Partilhar:

Descrição

precedida de Arte Poética

Obras Completas de António Telmo – Volume II

Autor: António Telmo

Prefácio: António Cândido Franco

Posfácio: Eduardo Aroso

Editor: Zéfiro

ISBN: 9789896771195

Idioma: Português

Dimensões: 16 x 23 x 1,2 cm

Encadernação: capa mole

Páginas: 218

Ano: 2014

Sinopse

A NATUREZA SAGRADA DA LÍNGUA PORTUGUESA

Partindo do livro de estreia do autor – Arte Poética – lançado há meio século, até à obra de génio que é a Gramática Secreta da Língua Portuguesa – onde a espantosa intuição do idioma pátrio como língua sagrada nos é cabalisticamente desvelada pelo filósofo António Telmo.

«A língua liga. É, essencialmente, relação, comunicação, para que nos entendamos uns com os outros. No plano prático da vida, as palavras designam, não significam. O interlocutor nem sequer tem consciência delas e, muito menos, dos fonemas, que as compõem. É um falar automático em que as frases funcionam como intenções, muito mais do que como significações. Só o poeta e o filósofo têm consciência actual, em acto, dos fonemas e das palavras como significações. A metáfora é como uma alavanca cujo ponto de apoio é a significação imediata de algo dado objectivamente e que é depois aprofundada pela criação de novas significações, sem que se perca a relação com o dado inicial.»

António Telmo

«Na única vez que estive na biblioteca de António Telmo, na sua casa de Estremoz, pude observar alguns dos blocos onde António Telmo tomava dia a dia as suas notas. Fazia-o a tinta, numa letra miudinha, de quem não desenhava mas concentrava ao máximo as energias. Apercebi-me então que esses parágrafos, todos ainda inéditos, diziam respeito quase sempre a apontamentos de gramática poética. A ciência das letras foi decerto aquela que mais o ocupou. Nas letras viu ele o segredo da ligação entre o mundo sensível e o do espírito, o único ponto de apoio firme, do qual todos os outros decorriam, para aceder ao plano espiritual. Valorizou-as pois em si, sem as utilitarizar, e ainda aí, mesmo continuando a escrever para uma plateia de filósofos, o autor deste livro comportou-se como um daqueles poetas superiormente inspirados que ele tanto prezava.»

António Cândido Franco
In Prefácio

Informação adicional

Peso 0.344 kg

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.