Do Céu ao Inferno | From Heaven to Hell

39.00

Prazo de entrega aproximado: 5 dias.

REF: RD10 Categoria:
Partilhar:

Descrição

Do Funchal ao Báltico – O Maior desastre naval da História
From the island of Madeira to the Baltic – The Biggest ever naval disaster

Edição Bilingue

Autor: Rainer Daehnhardt | Heinz Schön

Editor: Quipu

ISBN: 9789724808183

Idioma: Português | Alemão

Dimensões: 17 x 24,5 cm

Encadernação: capa dura

Páginas: 608

1ª Edição, Abril 2000

Sinopse:

Habituámo-nos a considerar o trágico afundamento do Titanic como tendo sido o maior desastre naval. De facto foi um no meio de muitos outros. Estudando-os, verifica-se que os maiores foram escondidos do domínio público por inconveniência política da verdade.

Entre todas as tragédias navais, destaca-se a do “Wilhelm Gustloff”, torpeado no Báltico com mais de 10000 pessoas a bordo, a maioria das quais mulheres e crianças, refugiados da Prússia Oriental.

Este navio teve um prometedor início, tendo sido criado exclusivamente para oferecer viagens de alegria aos trabalhadores alemães. A sua viagem inaugural foi a Lisboa e ao Funchal, locais exóticos nos sonhos dos nórdicos e até então os únicos portos que permitiam o desembarque dos turistas alemães (por causa da problemática internacional da inconvertibilidade do marco alemão).

As primeiras viagens foram por muitos consideradas de “Viagens ao Céu”, tendo os alemães ficado encantados com Portugal.

A última viagem foi o transporte de refugiados da Prússia Oriental, afundando-se a 30 de Janeiro de 1945, durante a noite, com temperaturas a 18º negativos. O número de mortos foi seis vezes superior ao do Titanic.

Um investigador luso-alemão e um membro da tripulação, sobrevivente desta catástrofe, juntaram os dados dos seus arquivos pessoais, narrando aqui as páginas mais belas e as mais tristes do destino deste navio e dos que nele embarcaram.

Informação adicional

Peso 1.375 kg

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.